Aprender com Dispositivos Móveis – Mobile Learning em Cenários de Flipped Learning e Gamification
(CCPFC/ACC-84797/15)

   

Modalidade:

 Oficina de formação
   

Duração:

 25 horas presenciais + 25 horas de trabalho autónomo
   
Destinatários:  Docentes de qualquer grupo disciplinar dos 1º, 2º, 3º ciclos e secundário
   
Formadores:  José Lencastre e Marco Bento
   
Locais de realização:  Escola EBS Levante da Maia
   
Cronograma da turma 6:

Este cronograma poderá ainda sofrer alterações, mantendo-se o funcionamento das 18.30 às 21.30
 1ª sessão - 22 de janeiro, segunda-feira, 18.30h - 21.30h
 2ª sessão - 29 de janeiro, segunda-feira, 18.30h - 21.30h
 3ª sessão - 5 de fevereiro, segunda-feira, 18.30h - 21.30h
 4ª sessão - 19 de fevereiro, segunda-feira, 18.30h - 21.30h
 5ª sessão - 26 de fevereiro, segunda-feira, 18.30h - 21.30h
 6ª sessão - 5 de março, segunda-feira, 18.30h - 21.30h
 7ª sessão - 12 de março, segunda-feira, 18.30h - 21.30h
 8ª sessão - 19 de março, segunda, 18.30h - 22.30h
   
seleção dos formandos:  6 formandos são indicados pelo AE do Levante da Maia. As restantes 14 vagas serão dadas a professores que fizerem uma pré-inscrição. Professores de escolas associadas do CFAE maiatrofa têm prioridade sobre os candidatos de outras escolas, seguidamente, é a ordem de pré-inscrição que determina a seleção dos formandos.
   
:::::::::::::::::::::::::: PROG RAMA DA AÇÃO ::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::
   
Objetivos: Com esta oficina pretendemos que os formandos:
- Introduzir a utilização de dispositivos móveis no ambiente de sala de aula.
- Promover a utilização de dispositivos móveis por parte dos professores.
- Fornecer aos professores diferentes competências de aprendizagem técnica e de inovação pedagógica para a utilização de dispositivos móveis em sala de aula.
- Promover aulas mais criativas, motivadoras e dinâmicas.
- Proporcionar aos alunos uma maior autonomia, colaboração, aprendizagem e motivação.
- Promover o conhecimento e manuseamento de aplicações relevantes para o desenvolvimento das aulas.
- Promover uma utilização eficiente das tecnologias móveis nas atividades letivas.
- Integrar as componentes científica, técnica e pedagógica na elaboração de planos de aula com recursos digitais/APPs.
- Construir, aplicar e refletir sobre estratégias que incluam a utilização de dispositivos móveis na sala de aula.
- Construir, aplicar e refletir sobre recursos digitais para uso na sala de aula.
- Tornar os professores e alunos mais proficientes na utilização das novas tecnologias;
- Utilizar de forma colaborativa plataformas digitais.
- Conhecer e aplicar cenários de inovação pedagógica de gamification e flipped learning com a utilização de dispositivos móveis na sala de aula.
   
Conteúdos:

Sessões presenciais:
I- Apresentação. Clarificação de metodologias, formas de avaliação
II- Apresentação, discussão e realização de tarefas práticas relacionadas com os seguintes temas:
1. O Mobile Learning em contexto de sala de aula : Definição e contexto; Do ponto de vista legal podemos utilizar dispositivos móveis na sala de aula?; Os diferentes dispositivos móveis utilizados: o caso específico do Tablet; Porquê utilizar o Tablet em contexto educativo?; Quais as aplicações a utilizar em contexto educativo?; Tecnologia ou metodologia? Que metodologias devem os professores usar nas aulas com utilização de Tablets?; Reflexão sobre Aplicações utilizadas em contexto de sala de aula pelos professores; Reflexão sobre Metodologias utilizadas em contexto de sala de aula pelos professores quando trabalham a tecnologia; Reflexão sobre a integração destas tecnologias móveis nos programas curriculares; Qual o tipo de sala de aula ideal?; A elaboração das conclusões e posterior discussão serão feitas em ambiente de trabalho colaborativo através das plataformas digitais EDMODO e WIZq; Síntese do debate a elaborar pelos formandos e a partilhar com todos os grupos.
2. O Tablet – Definições Básicas: Apresentação das conclusões anteriores sobre Aplicações e Metodologias dos professores na sala de aula; Princípios básicos da utilização do Tablet: Ligar/Desligar/Suspender; Ligar uma rede de internet; Alterar definições de armazenamento; Instalar e desinstalar aplicações; Atualizar aplicações; Conhecer as lojas das Aplicações; Criar uma conta na loja respetiva; Sincronização de contas; Cuidados de manutenção; Debate e respetiva síntese a realizar pelos formandos, através de um trabalho prático (tutorial), com a partilha no final numa plataforma colaborativa.
3. O sistema operativo do equipamento: As caraterísticas específicas do sistema operativo; Instalar aplicações específicas de funcionamento do sistema operativo; Mostrar como se atualiza o sistema operativo e aplicações específicas do sistema operativo; Características do ecrã: Alterar fundos de ecrã, temporizador de suspensão de ecrã; Conhecer e configurar os diferentes Widgets; Gestão das Aplicações por categorias; O gestor de ficheiros: localizar, renomear, cortar, copiar, colar, apagar, partilhar.
4. As aplicações do sistema operativo: Conhecer as aplicações básicas do sistema operativo; Gravador de Som; Máquina fotográfica/Vídeo; Navegador/Browser; Calendário; Bloqueio Parental; Realizar alguns exercícios práticos de conhecimento e aprendizagem das mesmas.
5. Cenários de inovação pedagógica: Flipped Learning: Flipped Learning: características principais; Refletir sobre os planos de aula com base neste cenário de inovação pedagógica; Utilizando a Câmara Fotográfica e a aplicação Estúdio de filme devem criar uma narrativa visual sobre um tema definido nos conteúdos programáticos.
6. Cenários de inovação pedagógica: Gamification na sala de aula: Características principais deste cenário de inovação pedagógica; Reflexão, desenho e construção de um modelo de gamification para a sala de aula.
7. Exploração de aplicações no sentido de planeamento de atividades em sala de aula: Apresentação e experimentação de aplicações interativas como o: KAHOOT, SOCRATIVE, GOCONQR, TELLAGAMI, EXPLAIN EVERYTHING, PICCOLLAGE, DUCKDUCKGO, THINGLINK.
8. Planificação de uma atividade letiva a efetivar como trabalho autónomo: nesta sessão, com o apoio do formador, e tendo em conta as técnicas e os conceitos abordados, os formandos elaborarão um plano de aula a desenvolver com os seus alunos.
9. Acompanhamento do desenvolvimento do trabalho autónomo dos formandos: nesta sessão, os formandos darão conta do trabalho que estão a desenvolver no sentido de resolver problemas e enriquecer o projeto de cada um pela partilha entre pares.
10. Apresentação dos trabalhos: apresentação dos projetos desenvolvidos no trabalho autónomo.
11. Conclusão: reflexão sobre o trabalho desenvolvido e avaliação da ação.
Trabalho autónomo: Execução em sala de aula do projeto planeado nas sessões presenciais

   
Metodologia:

Nas sessões que tratam os pontos do 1 a 7 os materiais serão disponíveis online desde a primeira sessão e serão trazidos à sala de formação de acordo com a exploração de conteúdos.
Nas sessões referenciadas com o ponto 8 e 9, cada formando terá oportunidade de partilhar com a turma as suas experiências e planos de aula relativamente ao seu trabalho autónomo.
Nos pontos 10 e 11 estão definidas a apresentação dos trabalhos produzidos, que são repartidas por cada formando seguindo-se debate no sentido de aprofundar as experiências de cada um.

   
Regime de avaliação:

 Os formandos serão avaliados nos termos definidos pelo Decreto- lei nº 22/2014 e Despacho n.º 4595/2015, tendo em conta os seguintes parâmetros/critérios: quantidade e qualidade da participação nas sessões presenciais e relatório individual de reflexão crítica, de acordo com o programa da ação e os artigos 16º, 17º e 18º do Regulamento Interno do CFAE maiatrofa.