Orientações Curriculares para as Tecnologias da Informação
e Comunicação no 1.º Ciclo do Ensino Básico

(CCPFC/ACC-102921/19)

   

Modalidade:

 Oficina de formação
   

Duração:

 15 horas presenciais + 15 horas de trabalho autónomo
   
Destinatários:  Docentes dogrupo 100
   
Formadora:  Marco Bento
   
Local de realização:  Antiga escola primária de Pedras Rubras
   
Calendário/Horário:  Entre fevereiro e maio de 2020
   
Conteúdos:  Módulo 1: Enquadramento e documentos orientadores (1 hora)
Apresentação dos documentos orientadores:
- Perfil dos Alunos à Saída da Escolaridade Obrigatória;
- DL 55/2018 de 6 de julho;
- Aprendizagens Essenciais das áreas curriculares do 1.º Ciclo;
- Orientações Curriculares para as TIC no 1.º Ciclo.

Módulo 2: AS TIC na articulação curricular (4 horas)
- Cenários de aprendizagem e metodologias de aprendizagem ativas.
- Apresentação, experimentação e análise de atividades integradoras das TIC nas diferentes componentes curriculares do 1.º ciclo e promotoras do desenvolvimento dos quatro domínios das Orientações Curriculares para as TIC do 1.º Ciclo.
- Ferramentas digitais de suporte à aprendizagem ativa com as TIC.
- Exploração da Plataforma de Recursos Educativos Digitais

Módulo 3: Atividades transdisciplinares enriquecidas com TIC (7 horas)
- Planificação, conceção de recursos e atividades com as TIC mobilizadoras de aprendizagens das diferentes componentes do currículo em articulação com os domínios das Orientações Curriculares para as TIC no 1.º Ciclo.

Módulo 4: Avaliação e conclusões (3 horas)
- Apresentação e partilha das atividades desenvolvidas pelos formandos na oficina.
- Reflexão e debate acerca das atividades e recursos desenvolvidos bem como dos resultados obtidos pela sua implementação em contexto do 1.º Ciclo.
   

Objetivos:

Pretende-se que no final desta oficina os professores sejam capazes de:
- Compreender as implicações dos normativos e documentos orientadores;
- Conhecer métodos e estratégias para a integração de aprendizagem ativas com recurso às TIC em contexto educativo;
- Experimentar e explorar tecnologias e recursos digitais de apoio a atividades de aprendizagem;
- Desenhar e aplicar cenários de aprendizagem com integração das tecnologias;
- Refletir sobre a aplicação destas práticas e analisar as potencialidades;
- Contribuir para criar dinâmicas de trabalho colaborativo na escola promotoras da integração de aprendizagem ativa;
- Colaborar e partilhar experiências e recursos no grupo de formação e na comunidade educativa, presencial e online.
   

Metodologia:

A componente presencial desenvolver-se-á em sessões presenciais conjuntas. Estas sessões serão intercaladas com sessões de trabalho autónomo e destinadas a: - apresentação e exploração das temáticas constantes dos conteúdos da ação; - realização de atividades práticas num ambiente colaborativo, de partilha e de reflexão; reflexão crítica sobre o desenvolvimento da componente de trabalho autónomo. As sessões presenciais encontram-se organizadas em 4 módulos distintos de acordo com o explicitado nos conteúdos. Haverá uma sessão presencial final para reflexão e debate acerca das atividades e recursos desenvolvidos.

Trabalho autónomo:
Implementação em contexto real de atividades enriquecidas com TIC que considerem as Aprendizagens Essenciais das áreas curriculares e os domínios das Orientações Curriculares;
A componente de trabalho autónomo será apoiada pela plataforma LMS com interações entre formandos e o formador, criando-se comunidades de partilha de conhecimento.
   

Avaliação dos
formandos:

Os formandos serão avaliados nos termos definidos pelo Decreto-lei nº 22/2014 e Despacho n.º 4595/2015, tendo em conta os seguintes parâmetros/critérios: participação nas sessões presenciais e relatório individual de reflexão crítica, de acordo com o definido no Regulamento Interno do CFAE maiatrofa.