Escola Inclusiva: um compromisso de todos 
(CCPFC/ACC-105314/19)

   

Modalidade:

Círculo de estudos
   

Duração:

 20 horas presenciais + 10 horas de trabalho autónomo
   
Destinatários:  Professores dos ensinos básico e secundário e educação especial
   
Formadoras:  Ana Granja e Isolina Camisão
   
Número de turmas:  1
   
Local de realização:  Turma 1 AE Águas Santas
   
Cronograma:  1ª sessão - 27 de novembro de 2019, quarta-feira, 15:00 - 18:00
 2ª sessão - 11 de dezembro de 2019, quarta-feira, 15:00 - 17:00
 3ª sessão - 22 de janeiro de 2020, quarta-feira, 15:00 - 18:00
 4ª sessão - 19 de fevereiro de 2020, quarta-feira, 15:00 - 18:00
 5ª sessão - 25 de março de 2020, quarta-feira, 15:00 - 18:00
 6ª sessão - 22 de abril de 2020, quarta-feira, 15:00 - 18:00
 7ª sessão - 27 de maio de 2020, quarta-feira, 15:00 - 18:00
   
:::::::::::::::::::::::::: PROG RAMA DA AÇÃO ::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::
   
Objetivos: • Apoiar uma apropriação sustentada e articulada dos dispositivos legais em vigor, percebendo as implicações do reforço de autonomia das escolas e da gestão flexível do currículo na operacionalização da educação inclusiva e do Perfil dos Alunos à Saída da Escolaridade Obrigatória;
• Apoiar uma apropriação sustentada dos enquadramentos normativos da educação inclusiva;
• Partilhar conhecimento validado cientificamente acerca de modelos de enquadramento da educação inclusiva;
• Identificar características e formas de operacionalização dos modelos de enquadramento da educação inclusiva;
• Refletir sobre o modelo de desenho universal para a aprendizagem e sobre a abordagem multinível em educação;
• Desenhar cenários organizacionais e pedagógicos promotores da inclusão;
• Desenvolver competências de planificação, gestão, monitorização e avaliação de medidas, práticas e estratégias de inclusão e inovação;
• Construir instrumentos de monitorização e avaliação de medidas multinível.
   
Conteúdos:

• Enquadramento concetual da escola e da educação inclusivas (1h)
• A inclusão no âmbito dos direitos humanos (1h)
• Enquadramento legal da educação inclusiva (1h)
• Desenho universal para a aprendizagem (2h)
• Abordagem multinível em educação (2h)
• Medidas de suporte à aprendizagem e à inclusão (2h)
• Recursos específicos de apoio à aprendizagem e à inclusão (1h)
• O trabalho da Equipa Multidisciplinar de Apoio à Educação Inclusiva (1h)
• Constituição e funcionamento do Centro de Apoio à Aprendizagem (1h)
• Determinação da necessidade de suportes à aprendizagem e à inclusão (2h)
• Construção e partilha de instrumentos de planificação, gestão, monitorização e avaliação de medidas, práticas e estratégias de inclusão e inovação (6h)

   
Metodologia:

Presencial
Numa dinâmica de investigação-ação, serão explorados quadros teóricos e práticos e cada participante aplicará nos seus contextos as estratégias exploradas e os recursos construídos ao longo das sessões. Num constante vaivém entre trabalho presencial e trabalho autónomo, em cada uma das sessões serão apresentados os trabalhos executados ao nível dos espaços reais de aprendizagem, o que significa que ao longo de toda a Ação se verificará uma alternância entre sessões destinadas ao levantamento e delimitação de questões/problemas e sessões para apresentação da investigação a que essas questões foram submetidas:
1ª Abordagem de referenciais teóricos, disseminação de boas práticas, construção de materiais de intervenção concretos, considerados como a resposta mais adequada à operacionalização das diferentes medidas e orientações elencados no DL 54/2018
2ª (ver TA)
3ª Análise/discussão/reflexão, com espaço para debate, partilha de experiências, perspetivas e propostas de intervenção futura.

Trabalho autónomo
2ª Intervenção no terreno, através da operacionalização em contexto das estratégias exploradas e dos recursos construídos ao longo das sessões presenciais, tais como guiões de monitorização e avaliação da aplicação das medidas multinível, instrumentos de monitorização do funcionamento do CAA e do trabalho da EMAEI.

   
Regime de avaliação:

 Os formandos serão avaliados nos termos definidos pelo Decreto- lei nº 22/2014 e Despacho n.º 4595/2015, tendo em conta os seguintes parâmetros/critérios: quantidade e qualidade da participação nas sessões presenciais e relatório individual de reflexão crítica, de acordo com o programa da ação e os artigos 16º, 17º e 18º do Regulamento Interno do CFAE maiatrofa.