As equipas pedagógicas: gestão do trabalho e projetos interdisciplinares no 3º ciclo e no ensino secundário
(CCPFC/ACC-105712/19)

   

Modalidade:

Círculo de estudos
   

Duração:

 25 horas presenciais + 12,5 horas de trabalho autónomo
   
Destinatários:  Professores do 3º Ciclo do Ensino Básico, Professores do Ensino Secundário e Professores do grupo 910
   
Formadores:  Turma 1 Ana Catarina Simão
 Turma 2 Adriana Viseu
 Turma 3 Paula Simões
 Turma 4 Miguel Cruz e Fernando Silva
 Turma 5 Miguel Cruz e Fernando Silva
 Turma 6 Miguel Cruz e Fernando Silva
 Turma 7 Albina Costa
 Turma 8 Dalila Barros
 Turma 9 Fernanda Cachada
   
Número de turmas:  9
   
Local de realização:  Turma 1 AE Dr. Vieira de Carvalho
 Turma 2 AE Maia
 Turma 3 AE Trofa
 Turma 4 AE Castêlo da Maia
 Turma 5 AE Castêlo da Maia
 Turma 6 AE Castêlo da Maia
 Turma 7 AE Coronado e Castro
 Turma 8 AE Coronado e Castro
 Turma 9 AE Coronado e Castro
   
Cronogramas:  Turma 1 - início a 27 de novembro de 2019
 Turma 2 - a definir
 Turma 3 - início a 5 de novembro de 2019
 Turma 4 - a definir
 Turma 5 - a definir
 Turma 6 - a definir
 Turma 7 - início a 13 de novembro de 2019
 Turma 8 - início a 13 de novembro de 2019
 Turma 9 - início a 13 de novembro de 2019
   
:::::::::::::::::::::::::: PROG RAMA DA AÇÃO ::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::
   
Objetivos: - Apoiar uma apropriação sustentada e articulada dos dispositivos legais em vigor;
- Criar um espírito de cooperação e partilha dentro da equipa pedagógica dos formandos;
- Analisar as Aprendizagens Essenciais das diferentes disciplinas no sentido de encontrar áreas de confluência que possam originar trabalhos de projeto e DAC;
- Explorar as potencialidades de uma plataforma digital de apoio à aprendizagem no sentido da sua utilização com os alunos;
- Comunicar através de uma plataforma digital de apoio à aprendizagem
- Projetar e executar tarefas com uma plataforma digital de apoio à aprendizagem
- Avaliar com apoio de uma plataforma digital de apoio à aprendizagem
- Concertar a utilização da plataforma digital de apoio à aprendizagem de modo a potenciar os seus efeitos no desempenho dos alunos;
- Estudar e experimentar metodologias inovadoras como sejam o mobile learning, sala de aula invertida, gamification…
   
Conteúdos:

1 – Apresentação da ação (1 hora)
2 – Apropriação sustentada e articulada dos normativos legais em vigor (4 horas):
- Perfil dos Alunos à Saída da Escolaridade Obrigatória
- DL nº.54/2018
- DL nº 55/2018
- Aprendizagens Essenciais das disciplinas dos formandos
- Estratégia Nacional de Educação para a Cidadania
3 – Planificação e construção de atividades de aprendizagem em diferentes cenários (6 horas)
4 – Estudo das potencialidades de uma plataforma digital de apoio à aprendizagem (4 horas)
- trabalhar com a plataforma Teams ou a Google Classroom
- adaptar, flexibilizar e validar competências com plataformas digitais
- trabalhar com cadernos digitais as diferentes linguagens que se podem usar com as plataformas digitais: textual; matemática; gráfica; áudio; videográfica
5 − Recursos educativos digitais para a inclusão e flexibilidade (6 horas)
- implementar tarefas de aprendizagem diferenciada através de plataformas digitais
- recursos para a personalização da aprendizagem;
- desenho de atividades interdisciplinares para uma gestão flexível do currículo;
- a avaliação das atividades e do desempenho dos alunos através de recursos digitais;
6- Dinâmica e rotinas de trabalho colaborativo docente através das plataformas digitais (2 horas)
7- Avaliação da ação e dos formandos (2 horas)

   
Metodologia:

Presencial
A ação segue uma metodologia típica do círculo de estudos com uma alternância entre o trabalho presencial, que vai do levantamento e delimitação de questões até à apresentação das investigações/experiências com a consequente reflexão, e o trabalho autónomo em que os formandos vão executar as investigações de aprofundamento e experimentação efetiva.
Note-se que os pontos 3, 4 e 5 dos conteúdos, não têm uma abordagem sequencial, antes constituem o ciclo principal em que assenta este círculo de estudos.

Trabalho autónomo
Cada participante aprofunda aspetos tratados, experimenta, no contexto do trabalho com os alunos, atividades e recursos desenvolvidos nas sessões presenciais.
Dependendo das atividades a desenvolver, estas podem ser da responsabilidade de um único formando ou de grupos de formandos.

   
Regime de avaliação:

 Os formandos serão avaliados nos termos definidos pelo Decreto- lei nº 22/2014 e Despacho n.º 4595/2015, tendo em conta os seguintes parâmetros/critérios: quantidade e qualidade da participação nas sessões presenciais e relatório individual de reflexão crítica, de acordo com o programa da ação e os artigos 16º, 17º e 18º do Regulamento Interno do CFAE maiatrofa.