Gamificação e Aula Invertida: novas tecnologias, novas práticas pedagógicas 
(CCPFC/ACC-104348/19)

   

Modalidade:

Curso de formação
   

Duração:

 25 horas presenciais
   
Destinatários:  Professores dos ensinos básico e secundário
   
Formadores:  César Pires, Jorge Silva e Paula Simões
   
Número de turmas:  6
   
Locais de realização:  Turma 1 AE Gonçalo Mendes da Maia
 Turma 2 AE Trofa
 Turma 3 AE Castêlo da Maia
 Turma 4 AE Castêlo da Maia
 Turma 5 AE Maia
 Turma 6 AE Maia
   
Turmas Previstas:  Turma 1 AE Gonçalo Mendes da Maia
 Turma 2 AE Trofa
 Turma 3 AE Castêlo da Maia
 Turma 4 AE Castêlo da Maia
 Turma 5 AE Maia
 Turma 6 AE Maia
   
seleção dos formandos:  Turma 1 AE Gonçalo Mendes da Maia
 Turma 2 AE Trofa
 Turma 3 AE Castêlo da Maia
 Turma 4 AE Castêlo da Maia
 Turma 5 AE Maia
 Turma 6 AE Maia
   
:::::::::::::::::::::::::: PROG RAMA DA AÇÃO ::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::
   
Objetivos: No final da ação, os formandos devem ser capazes de: Perceber os conceitos de Gamificação e de Aula Invertida; Identificar os elementos da Gamificação e da Aula Invertida; Perceber a forma como, quer a Gamificação quer a Aula Invertida, poderão contribuir tanto para o processo de aprendizagem como para a avaliação; Aplicar a Gamificação e a Aula Invertida de forma efetiva, com o objetivo de melhorar a aprendizagem dos alunos; Utilizar aplicações e ferramentas da Gamificação e da Aula Invertida, tendo consciência dos benefícios da sua utilização no processo de ensino/aprendizagem.
   
Conteúdos:

1. Apresentação do curso – 1h
2. Introdução ao conceito de Gamificação – 1h
3. Introdução ao conceito de Aula Invertida – 1h
4. Vantagens e limitações da Gamificação e da Aula Invertida – 1 h
5. Aplicação prática da Gamificação na sala de aula – 8 horas
a. Ferramentas “web based”;
b. Apps.
6. Aplicação prática da Aula Invertida – 8 horas
a. Ferramentas “web based”;
b. Apps.
7. Partilha de projetos – 4 h
8. Avaliação do curso – 1h

   
Metodologia:

As sessões serão Teórico/Práticas e serão divididas em segmentos com as seguintes metodologias:
1. Método Expositivo;
2. Instrução direta;
3. Realização de trabalhos práticos circunstanciados à sala de aula e enquadrados na área disciplinar de cada docente.

   
Regime de avaliação:

 Os formandos serão avaliados nos termos definidos pelo Decreto- lei nº 22/2014 e Despacho n.º 4595/2015, tendo em conta os seguintes parâmetros/critérios: quantidade e qualidade da participação nas sessões presenciais e relatório individual de reflexão crítica, de acordo com o programa da ação e os artigos 16º, 17º e 18º do Regulamento Interno do CFAE maiatrofa.